Translate

sábado, 6 de junio de 2015

Esperança falida

Eu e minha estupides nunca fomos confiáveis
sabia que ia doer,sabia que não ia passar
mas quando fostes te deixei ir
Mesmo sabendo que a saudade corrõe,
mesmo sabendo que não sou o centro do universo te deixei ir;
E agora carrego uma esperança falida
como uma luz corrosiva que não me  deixa esquecer,
Eu e minha estupidez nunca fomos confiáveis
Tinhas algo que ainda me persegue,
Como um sarcasmo carregado de metáforas,
Como água  cristalina num deserto de ilusões...

Mejores Poemas - Mario Benedetti (Parte 1)

Fito Paez - Mariposa Technicolor (letra).

Charly García - Estoy verde (No me dejan salir)

miércoles, 27 de mayo de 2015

Sentir a poesia

Para mim a poesia e mais que um refugio, e um desabafo;
Tiro  de mim coisas que me incomodam na alma, e ao
mesmo tempo me acalma...

martes, 26 de mayo de 2015

Tocar o fogo.

A solidão e seus múltiplos silêncios,
Consumir o que faltava, sobrevivendo,
Nos extraviamos, na pureza que criamos
Um minuto imóbil e não pude defender-te
Sabia o que pensavam teus olhos de mel sombrios,
Mas nos sonhos que existias havia prazer vinho e cólera
Definitivamente não existe o absoluto,mas o que importa,
se já tocamos o fogo...









miércoles, 20 de mayo de 2015

Aves migratórias.

Quando o tempo dormia sem rumores e eramos ingênuos,
buscávamos a mesma coisa,
Quando fomos capazes de pagar o saldo do fim da nossa inocência,
descobrimos nossos inimigos,
Quando por fim as lembranças ficaram opacas e começamos a odiar-nos,
percebemos por primeira vez algum desafio,
E o silencio chegou  a queima roupa, afirmando-se em preságios
Exumando lentamente velhas verdades,desconhecendo o conhecido;
Tudo parece leviano nessa filosofia cheirado a naftalina,
Quando o mundo era nossa casa não tínhamos destino;
Eramos aves migratórias...